Renault acaba com o programa de aluguer de baterias para o Zoe, mas não em Portugal – Motores – SAPO

Renault acaba com o programa de aluguer de baterias para o Zoe, mas não em Portugal

A casa francesa vai acabar com a opção de venda do Zoe com aluguer de baterias em separado, apontando como razões para isso a melhoria significativa dos valores residuais do carro o que permite um valor de aquisição mais competitivo.

25 de Novembro de 2019, às 17:00

A casa francesa, alegadamente, vai acabar com a opção de venda do Zoe com aluguer de baterias em separado, apontando como razões para isso a melhoria significativa dos valores residuais do carro o que permite um valor de aquisição mais competitivo. Porem, isso não vai suceder em todos os mercados.

Até há pouco não se sabia se esta seria uma decisão global, mas um contacto da Renault Portuguesa, deixou claro que esta situação só se colocará em alguns mercados. Segundo Ricardo Oliveira, responsável pela comunicação da Renault entre nos, referiu.nos que “em Portugal, tudo se irá manter sem alterações, ou seja, continuamos com o mesmo plano e com as mesmas condições de venda do Zoe como até agora.”

Recordamos que a Renault revelou a segunda geração do Zoe em setembro com uma bateria de 53 kWh e alterações na autonomia (agora mais perto dos 400 km) e com alterações no habitáculo, especialmente o ecrã de 10,1 polegadas que serve de painel de instrumentos e o “tablet” de 9.3 polegadas que funciona com o sistema de info entretenimento.

Measure

Measure